sexta-feira, 12 de março de 2010

"Eu consigo imaginar!..."

Talvez seja melhor eu não pensar em nada antes de dormir. Vou tentar não achar que penso em TUDO e MUITO por conta do meu excesso de tempo.
Maldita imaginação fértil!
Eu sofro de "Zinisse" aguda. Imagino tanto que me falta tempo e fôlego para colocar em prática. Bendita sejam as minhas sinapses incrivelmente rápidas.
Pensando bem (ta vendo?) acho que vou parar de pensar.

Fazer uma auto-mutilação me soa um tanto propício. Decaptação? Tiro? Mas, ("mas,..." significa "PENSANDOO BEM..." quando ativado o sap) o que seria de mim sem os ecos de meu eu lírico? (?) Sem os palpites rápidos e a transparência?

Parar de pensar talvez seja bobeira.


- Bem aventurados sejam aqueles que amam essa desordem. ♫


Ao final? Só me resta mirar pensamentos já engatilhados e disparar idéias ao que me resta de 'real'.


Ainda tatuo esse desenho no braço esquerdo.


Beeijo ;*

Nenhum comentário:

Postar um comentário